30.10.13

Deixa...

(imagem: Autor não identificado)
 



Deixa... deixa que desça no mais profundo do teu peito e que num suspiro, o medo, para longe, se ausente. Deixa… deixa a maresia que escorre, corromper-te os lábios, para que me bebas nos significados. Deixa!
Deixa… depois do tombar das sombras, ser o mais alto entre todos e dar-te a conhecer a luz do lado certo da manhã. Deixa… que por este caminho, chão farto de pedra talhado, inscreva nossos passos no destino. Deixa… deixa que de beijo em beijo, o coração murmure, solto, até que um dia a vida nos falte.




Carlos Roberto


 
 


Sem comentários: